Coronavírus e o Diabetes: Entenda os riscos e saiba como se prevenir!

Os perigos da relação entre o novo coronavírus e o diabetes vem preocupando muitas pessoas ao redor do mundo. Por isso, neste artigo vamos explicar o que é e quais são os riscos desse vírus para quem possui diabetes. Continue lendo para entender!

O que é?

O COVID-19, mais conhecido como novo coronavírus, é uma doença infecciosa que foi descoberta recentemente na cidade de Wuhan, na China. Essa doença faz parte de uma grande família de vírus que podem contaminar tanto animais como humanos.

Nos humanos, esse vírus pode causar desde um simples resfriado até infecções respiratórias graves. Sua transmissão ocorre através do contato com uma pessoa infectada a partir do espirro, tosse ou tocando em objetos compartilhados.

Sintomas

Os sintomas do novo coronavírus são semelhantes aos de um resfriado comum, como congestão nasal, tosse seca e fadiga. Entretanto, os sinais que diferenciam a gripe do vírus é a presença de febre alta, diarreia e dor de garganta.

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), a maior parte das pessoas se recupera da doença sem precisar de tratamento especializado. Contudo, pessoas que já têm um histórico de problemas médicos, como diabetes por exemplo, possuem mais chances de desenvolver complicações devido ao vírus.

Ao perceber os sintomas relacionados ao coronavírus, o paciente deve ficar em casa, resguardado. Só procure assistência médica se os sintomas se agravarem e, principalmente, se você tiver falta de ar.

Qual a relação entre o coronavírus e o diabetes?

Com a descoberta do COVID-19, criou-se uma onda de preocupações ao redor do mundo devido a rápida contaminação.

Entretanto, como mencionamos anteriormente, há certos grupos mais propensos a sofrer consequências graves por conta do coronavírus, entre eles estão os pacientes com doenças respiratórias, cardiopatias e diabetes.

Por outro lado, é importante ressaltarmos que os perigos do coronavírus e o diabetes são agravados se o paciente diabético tem complicações frequentes ou mau controle metabólico.

O risco de complicações graves em pacientes que tem o diabetes controlado é menor, tanto para o tipo 1 quanto para o tipo 2. Portanto, esteja sempre atento às suas condições de saúde e siga à risca as medidas de prevenção.

Métodos de Prevenção

Seguir corretamente os métodos de prevenção é indispensável para evitar o contágio e proliferação do vírus, principalmente em pessoas que fazem parte dos grupos de risco.

Entre as medidas preventivas estão:

  • Evitar contato próximo com outras pessoas;
  • Lavar as mãos constantemente;
  • Evitar tocar nos olhos, boca e nariz;
  • Não compartilhar objetos de uso pessoal;
  • Manter os ambientes bem ventilados;
  • Evitar aglomerações;
  • Manter-se hidratado.

Recomendações

Para evitar os riscos de contágio do novo coronavírus, é muito importante que os pacientes diabéticos e dos demais grupos de riscos sigam as medidas de proteção corretamente, além de ficarem atentos quanto o seu estado de saúde.

Apesar do crescente aumento de infectados, devemos lembrar que, o vírus não é perigoso por causar um grande número de mortes, mas sim pela rapidez e facilidade com que se espalha. Procure manter a calma e respeitar todas as medidas de prevenção.

Entre em contato com a clínica Daniel Panarotto através do WhatsApp (54) 99634-6223 para esclarecer quaisquer dúvidas sobre o coronavírus e o diabetes. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *