Alimentos que ajudam no controle da glicemia

Uma alimentação balanceada pode ajudar muito no controle da glicemia para pessoas que tem diabetes e para aqueles que buscam uma rotina mais saudável. O uso dos medicamentos adequados, aliado a pratica de exercícios garantem a qualidade de vida. 

Alguns alimentos, quando introduzidos no dia a dia auxiliam no controle do índice glicêmico. Muitas pessoas pensam que a alimentação de um diabético precisa ser extremamente restrita, mas na verdade, é necessário que contenha diversos alimentos naturais que estabilizem o nível de glicemia no sangue. 

É indicado que durante o dia, a pessoa faça refeições fracionadas, mantendo equilibrado o nível de açúcar no sangue e evitando exageros, que acontecem quando o tempo entre uma refeição e outra é muito longo. Não se deve pular nenhuma refeição.

Alimentos que não podem faltar

– Canela: alimento termogênico, antioxidante. Possui cromo, nutriente que melhora o controle glicêmico, evitando picos de glicemia. Aumenta a sensibilidade à insulina, prevenindo a diabetes tipo 2 e doenças cardiovasculares.

– Maçã: concentra na casca a fibra pectina que controla a glicemia (promovendo a absorção gradativa da glicose), reduz o mau colesterol, prolonga a sensação de saciedade e regula o intestino.

– Brócolis: possui sulforafano, antioxidante que reduz a produção de glicose pelo fígado e ajuda a produzir enzimas que protegem os vasos sanguíneos.

– Grãos integrais: quinoa, chia, linhaça e outros grãos contém fibras e proteínas que auxiliam no controle glicêmico e promovem maior saciedade.

– Aveia: alimento de baixo índice glicêmico, libera glicose lentamente no organismo. Também contribui com a melhora na sensibilidade à insulina.

– Oleaginosas: nozes, castanhas, macadâmia, amêndoas e outras oleaginosas possuem magnésio, gorduras saturadas e ácidos graxos mono e poli-insaturados que controlam os níveis de açúcar no sangue.

– Leguminosas: feijão, lentilha, ervilha e grão de bico são fontes de fibras solúveis, antioxidantes, vitaminas e proteínas que evitam oscilações nos níveis de glicose e previnem doenças cardiovasculares.

Mais cuidados  

Estes alimentos não substituem o uso da medicação, mas podem servir como complemento no controle da glicemia.

Ao ingerir carboidratos, prefira sempre os de baixo índice glicêmico, pois são absorvidos lentamente pelo organismo.

Respeite os horários entre as principais refeições e os lanches durante o dia, com intervalo de no mínimo 2 horas entre uma e outra.

Monitore os níveis de glicose diariamente para evitar descompensações e possíveis complicações. As medições devem ser feitas antes e após as refeições, indicando se o nível de açúcar no sangue está ideal.

Conclusão

Investir em uma alimentação saudável, praticar atividades físicas, fazer o uso correto da medicação e controlar os níveis diários de glicose são essenciais para prevenir alterações na glicemia.

Seu médico irá ajustar corretamente todos estes cuidados de acordo com sua necessidade.

Curta minha página no Facebook e continue acompanhando o blog.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *